Avatar

Todas As Parábolas da Bíblia – Hebert Lockyer (Livros Evangélicos)

clip_image001

 

Em todo o âmbito literário não há livro mais rico em material alegórico e em parábolas do que a Bíblia.

Onde, por exemplo, podemos encontrar parábolas, emblemas ou figuras de linguagem comparáveis àquelas que os grandes profetas da antigüidade -dentre os quais Jesus, o maior de todos eles empregavam quando discursavam aos de sua época?

Sabendo do poder e do fascínio da linguagem pictórica, usavam esse recurso para aumentar o efeito de seu ministério oral. Como descobriremos em nosso estudo sobre as parábolas da Bíblia, especialmente as transmitidas pelo Senhor Jesus, veremos que são o mais perfeito exemplo de linguagem figurada para mostrar e reforçar as verdades divinas.

Em outro livro meu, All the miracles of the Bible [Todos os milagres da Bíblia], tratamos das diferenças entre milagres —parábolas em ação— e parábolas —milagres em palavras. Nada há de miraculoso nas parábolas, que, na maior parte, são naturais e indispensáveis, chamando a atenção para a graça e para o juízo.

Os milagres manifestam poder e misericórdia. Westcott, no estudo The gospels [Os evangelhos], afirma que a parábola e o milagre "são perfeitamente correlatos entre si; na parábola, vemos a personalidade e o poder do Grande Obreiro; no milagre, a ação geral e constante da Obra [...] naquela, somos levados a admirar as múltiplas formas da Providência e neste, a reconhecer a instrução vinda do Universo".

No debate acerca dos vários aspectos do desenvolvimento e da demonstração do método parabólico encontrado na Bíblia, é interessante observar quantos escritores do assunto mencionam, de forma elogiosa, a abrangente pesquisa de Trench em seu Notes on the parables [Anotações sobre as parábolas].

O dr. Gordon Lang, por exemplo, no "Prefácio" do seu livro esclarecedor The parables of Jesus [As parábolas de Jesus], afirma que o trabalho do dr. Trench foi o único que ele consultou ao preparar a sua obra. "Seria simum atrevimento tentar escrever alguma coisa sobre as parábolas", diz o dr. Lang, "sem a orientação que advém da perícia e da grande percepção do dr. Trench".

Outros estudiosos de parábolas, entre os quais me incluo, são unânimes em reconhecer que devem muito ao dr. Trench. Para orientar pregadores e estudiosos, apresentamos a seguir uma indispensável introdução que trata dos mais variados aspectos da parábola.

CNMG LOGO DOWNLOAD

0 comentários: